Harmonização de Páscoa – Bacalhau

23 mar, 2021

Na época da Idade Média (ainda hoje), os cristãos deveriam obedecer os dias de jejum, excluindo de sua dieta alimentar as carnes “quentes”, já o peixe era uma comida “fria” e seu consumo era incentivado pelos comerciantes nos dias de jejum. Como o bacalhau era abundante e barato, este passou a ter forte identificação com a religiosidade e a cultura do povo português. Os portugueses desembarcaram o hábito de comer bacalhau no Brasil já na época do descobrimento.

Mas com a chegada da corte portuguesa, no início do século XIX, ocorreu uma difusão natural. Em 1843, a Noruega oficialmente exportou a primeira carga de bacalhau para o Brasil. Os intelectuais da época, liderados por Machado de Assis, sempre aos domingos, reuniam-se em restaurante do centro do Rio de Janeiro para degustar um autêntico “Bacalhau do Porto” e discutir os problemas brasileiros. Ainda hoje são muitos os restaurantes especializados em preparar e servir um autentico bacalhau, marca da união do homem à mesa em torno de longas conversas.

Sugestão do caviste para harmonização: Colpasso Nero d’Avola, Porto Martha’s Fine Ruby, Ondines Cote du Rhone, Casa da Passarela Somontes Colheita Branco
e Quinta de Linhares Avesso.

 

× Como posso te ajudar?