QUER SIGAMOS PRECEITOS RELIGIOSOS OU NÃO, CERTAMENTE A MAIORIA DE NÓS ACABA ABSORVENDO AS TRADIÇÕES DA PÁSCOA. VOCÊ SABE O PORQUÊ DO BACALHAU, DO CORDEIRO, DO PÃO, DO VINHO, DOS OVOS DE PÁSCOA?
QUER SABER?

“Um bom vinho e o autêntico bacalhau: marca da união do homem à mesa em torno de longas conversas.”

Na época da Idade Média (ainda hoje), os cristãos deveriam obedecer os dias de jejum, excluindo de sua dieta alimentar as carnes “quentes ”, já o peixe era uma comida “fria” e seu consumo era incentivado pelos comerciantes nos dias de jejum. Como o bacalhau era abundante e barato, este passou a ter forte identificação com a religiosidade e a cultura do povo português. Os portugueses desembarcaram o hábito de comer bacalhau no Brasil já na época do descobrimento. Mas com a chegada da corte portuguesa, no início do século XIX, ocorreu uma difusão natural. Em 1843, a Noruega oficialmente exportou a primeira carga de bacalhau para o Brasil.

Os intelectuais da época, liderados por Machado de Assis, sempre aos domingos, reuniam-se em restaurantes do centro do Rio de Janeiro para degustar um autêntico “Bacalhau do Porto” e discutir os problemas brasileiros. Ainda hoje são muitos os restaurantes especializados em preparar e servir um autentico bacalhau, marca da união do homem à mesa em torno de longas conversas.

Sugestão do caviste para a harmonização:

Colpasso Nero d’Avola, Martha’s Fine Ruby , Ondines Cote du Rhone, Casa da Passarela Somontes Colheita Branco e Quinta de Linhares Avesso.

Virou tradição na Sexta-feira Santa. O Cordeiro, símbolo mais antigo da Páscoa, é o símbolo da aliança feita entre deus e o povo judeu na páscoa da antiga lei. No Antigo Testamento, a Páscoa era celebrada com os pães e com o sacrifício de um cordeiro como recordação do grande feito de Deus em prol de seu povo, a libertação da escravidão do Egito. Assim o povo de Israel celebrava a libertação e a aliança de Deus com seu povo. Moisés, escolhido por Deus para libertar o povo judeu da escravidão dos faraós, comemorou a passagem para a liberdade, imolando um cordeiro. Tradição de Domingo de Páscoa.

Para a harmonização com chocolates o caviste sugere os     fortificados: Favaios Reserva Moscatel do Douro e o Porto Martha’s Fine Ruby.

A tradição do Ovo de Páscoa é antiga e teria surgido com os povos do Mediterrâneo, Oriente e Leste Europeu. O ovo significa nascimento e em outros locais a alegria de uma nova vida (ressurreição).

Os ovos de páscoa, assim como os chocolates de várias marcas, são usados para presentear amigos e familiares no domingo de páscoa. O ovo, indica riqueza e fartura e nesse período, de acordo com as crenças, a vida está sendo renovada. No século XVIII, os franceses tinham o costume de retirar a parte interna dos ovos de galinha e enchê-los com chocolate. O coelho da páscoa também se tornou um símbolo da data que indica prosperidade. Agora só falta escolher seu vinho, ou vinhos já que o fim de semana longo promete e quem cumpriu a quaresma deve estar com sede!

FELIZ PÁCOA!

× Como posso te ajudar?